Cidadania

ESCOLAS MUNICIPAIS DE SANTA INÊS FORAM ENTREGUES EM PÉSSIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO E PASSAM POR REFORMAS Publicada em 06/07/2017 09:51:27

As escolas municipais estão em péssimo estado em Santa Inês. Em muitas escolas, a falta de conservação durante os últimos anos, contribuíram para a falta de condições para a realização das aulas no início do ano. As escolas Maria Martins Bringel e Simone Macieira são duas delas que estavam em estado crítico.  Infiltrações, telhados destruídos, pisos quebrados, lajes com rachaduras e banheiros obsoletos. “É lamentável encontrar escolas completamente sucateadas, em péssimo estado de conservação. Esses reparos de infraestrutura deveriam ter sido feitos para a conservação onde as crianças deveriam se sentir seguras. A falta de cuidado e manutenção mostra o descaso da administração passada com a rede municipal de ensino”, disse a prefeita Vianey Bringel ao constatar pessoalmente a situação degradante dos prédios escolares.

A maioria das escolas foram construídas há menos de 10 anos, na gestão do Roberth Bringel e estão totalmente acabadas. A Escola Maria Martins Bringel, localizada no Bairro Sabak,  demonstra este aspecto, como janelas quebradas, piso arrancado, falta de cobertura, entre outros problemas. Já a Simone Macieira, localizada no Bairro Cohab, nenhuma lâmpada foi deixada, além de lousas arrancadas, cadeiras quebradas, nenhuma sala foi pintada nos últimos quatro anos e a estrutura hidráulica está totalmente comprometida.

A secretária de Educação do Município recebeu quase todas as escolas apresentando algum problema, mas disse que já estão sendo tomadas todas as providências para reforma-las dentro do que for possível. Todas receberam retelhamento, limpeza e agora, após licitação, iniciam as reformas das mesmas.

  

 

  

Mais em Cidadania


Receba nossa Newsletter Deixe seu nome e e-mail